4 COISAS QUE APRENDI COM OS “JOGUINHOS DO FACEBOOK”

E COMO USAR ISSO PARA AJUDAR O SEU NEGÓCIO

Com certeza em algum momento você já deve ter recebido convites para participar de algum desses “Joguinhos do Facebook”

Atualmente está sendo discutida uma forma dentro do Facebook, para que esses convites insistentes e inconvenientes deixem de existir, mas ainda não é nada oficial.

Talvez, se você tiver sua conta a menos de 5 anos não vai entender, mas entre final de 2010 e 2011 uma das coisas que ajudou a popularizar o Facebook no Brasil.

Além do filme A Rede Social e o livro (com o mesmo nome) que foram lançados nessa época, os “joguinhos” da empresa Zinga, também deram uma força e fizeram um tremendo sucesso.

Eles começaram a atrair uma galera que jogava um jogo semelhante no falecido Orkut (colheita feliz).

Porém com gráficos um pouco superiores, mas a proposta era a mesma, cuidar de uma fazendinha e ajudar amigos através de envios de presentes…

Mas e se esse seu amigo não estivesse jogando esse mesmo jogo o que você acha que acontecia?

Pense bem… Bingo! Isso mesmo! Um convite para ele participar do jogo era enviado.

Eu bem me lembro que em 2010, muita gente jogava o Farm Ville (a cópia do colheita feliz do Orkut) e o City Ville (uma cópia do Farm Ville versão cidade).

Muita gente que nem fazia idéia de como funcionava falava mais ou menos assim: – Faz um perfil lá e me manda x presentes, ou vidas ou seja lá o que.

Quantas pessoas de vários lugares do Brasil e até de fora me adicionaram só por que eu jogava o jogo?! Vish… Muitas!

Leia  QUAL A MELHOR FORMA DE ANUNCIAR NO FACEBOOK?

O fato é que gostando ou não o Facebook expandiu aqui assim, depois de um tempo as coisas mudaram é verdade, mas o Facebook sempre deixou espaço para que o usuário bloqueasse convites de jogos específicos ou de pessoas específicas (que gostam de jogar esses jogos), mas parece que ou muita gente já se esqueceu disso, ou não faz questão de lembrar ou não sabe.

Bem, mas idéia do post é mostrar que esse “joguinhos” do Facebook, de alguma forma nos ensinaram ou ensinam algo e aqui estão 4 pontos que chamaram a minha atenção em alguns que joguei e jogo hoje. 🙂

1 ESTRATEGIA

Estratégia

Se você joga um qualquer jogo e não está afim de gastar o limite do seu cartão de crédito você vai ter fazer duas coisas, criar uma estratégia para usar o que tem e esperar.

No mundo real não é muito diferente muitas vezes queremos ter tudo agora mesmo, mas a realidade é que temos que nos virarmos com os recursos daquele momento e saber o momento certo para fazer mudanças das estratégias se necessário.

2 PACIÊNCIA

Paciência

Para ser um bom estrategista é fundamental ter paciência não só para alcançar os objetivos, mas também para realização das tarefas, já que em alguns jogos é possível executar uma tarefa por vez, portanto a paciência é mais uma vez necessária.

3 DISCIPLINA

Disciplina

Disciplina? Pois é… Por incrível que pareça, é necessário um mínimo de disciplina para se conquistar os objetivos (mesmo em “joguinhos”!).

Enquanto você tiver a disciplina, de ir até o joguinho e fazer todos os dias e cumprir uma pequena “meta”.

Você além de subir de nível no jogo ganha mais experiência, mais pontos e o jogo começa a ficar um pouco mais difícil, ainda acha que o jogo não tem nada a ver com a sua vida ou a minha vida? 😉

Leia  OS 12 MITOS DO MARKETING DIGITAL

4 NETWORKING É FUNDAMENTAL

Networking

Você já ouviu a expressão de que ninguém faz sucesso sozinho?

Nesses jogos você pode até conseguir alcançar alguns objetivos rapidamente (comprando créditos) ou jogando (como um viciado todos os dias…rs).

Ou pode usar o poder da sua rede de contatos para conseguir isso, ou ainda somar todas as três estratégias e alcançar ainda mais rápido!

Mas como diria Raul Seixas, se você alcançasse todos os seus objetivos num piscar de olhos que graça tem teria a vida (parafraseando a música: Tente Outra Vez).

Só que ter uma grande rede de contatos não é vantagem nenhuma quando não se sabe usá-la a seu favor, daí a raiva de muita gente com convites de jogos que não lhes interessam.

Passando isso para o mundo real, você provavelmente conhece alguém que não mede o limite do bom senso ao lhe oferecer produtos e/ou serviços, e nem estamos falando de vendedores, mas colegas, amigos e parentes que não sabem o “time certo”, para fazer a apresentação ou oferta de seus produtos ou serviços e acabam se tornando inconvenientes.

Aposto que você já deixou de convidar alguém assim para alguma festa sua, confessa vai…rs.

A mensagem que fica é que seja no mundo virtual ou no mundo real precisamos de “bases fundamentais” para alcançar objetivos sejam eles pessoais ou profissionais, leia e reflita sobre esses tópicos.

Reveja seus planos e trace uma maneira de alcançá-los através dessas (bases), independente do tamanho do seu objetivo você com certeza irá esbarrar neles.

Consultoria em vendas online

4 COISAS QUE APRENDI COM OS “JOGUINHOS DO FACEBOOK”
5 (100%) 3 votes